quinta-feira, julho 26, 2012

Nostalgia

Prefácio

Nostalgia é sentimento que assola amiúde este tipo que se senta defronte deste monitor. Nostalgia de coisas vividas, nostalgia de pessoas que já vivem em outras dimensões.

O vinho, descoberto por acaso, é pura novidade para mim. Que me perdoem por tamanha desatenção, mas a cabeça tem andado ocupada com outras matérias.


Apanhado por pura casualidade num Supermercado de Vila Nova de Mil Fontes (MilSuper). Já agora, e por que merece, o dito espaço apresenta boa garrafeira, é diversificada e o sócio gerente, o Zé, é homem muito apaixonado pela arte da enófilia.
Mas reposicionemos o discurso, do post, no vinho que é branco, da colheita de 2011. Pertence ao portefólio do grupo Wine & Winemakers.


É Alvarinho estruturado, de estirpe seca, pujante e densa. Pede copo largo e paciência na abordagem. Depois parece ser capaz de aguentar o desenrolar do tempo com brio. E sem mais demoras, que o tempo não pede por extensos tratados, resta aconselhar-vos a compra do vinho, pois aparenta ser o resultado, julgo, de uma outra forma de interpretar o Alvarinho.

Sem comentários: