terça-feira, janeiro 17, 2012

Offerus, Remake

Naturalmente um Remake. Este, de 2008, está muito mais tenso, mais vibrante, mais sério, mais enérgico. Diferente do outro. Talvez mais interessante. 
Com boa carga vegetal e, por vezes, lagarento. A reportar-nos para estímulos, eventualmente, mais rústicos, menos imediatos.


E jogando com as palavras, atreveria a dizer, que anda ou andou, como queiram, próximo do conceito de vinho de terra. Certo para quem aprecia o estilo.

1 comentário:

sinnercitizen disse...

Boas,

estive quase a comprar umas quantas destas JL Chave Offerus, quando em Dezembro houve uma promoção na Niepoort Projectos, mas deixei-me "enlear" pelo doce fascinio do Charme Amadeus... não me arrependo, mas tenho mesmo de a experimentar...